Vintec

Vinha viva com vintec

Proteção da vinha contra as doenças do lenho.

A estirpe Trichoderma atroviride SC1 coloniza rapidamente a madeira da videira, extremamente competitiva, com persistência durante o periodo de maior risco, de aplicação fácil, não exige técnicas de aplicação especiais e pode ser aplicado desde a poda até abrolhamento.

Fungicida de bio-controlo para proteger as videiras contra os esporos da Esca, Phaeomoniella chlamydospora e Phaeoacremonium aleophilum, e Eutipiose (Eutypa lata), para o uso em viveiro e em vinha instalada.

MODO DE AÇÃO
VINTEC® é fungicida de bio-controlo contendo 1 x 1013 unidades formadoras de colónias de Trichoderma atroviride SC1 para proteger as videiras contra os esporos da Esca, Phaeomoniella chlamydospora e Phaeoacremonium aleophilum, e Eutipiose (Eutypa lata), para o uso em viveiro e em vinha instalada.
A Trichoderma atroviride SC1, é uma estirpe única, foi isolada a partir da madeira da aveleira e selecionada pela sua alta capacidade de colonização e alta produtividade de enzimas lípticas (quitinases, proteases e celulases).

Modo de ação:
1 -Colonização da madeira, em especial das feridas: os esporos da estirpe SC1 germinam em contacto com a água e instalam-se na madeira da videira. As feridas frescas são ricas em alguns açúcares como a celulose, favorecendo assim o desenvolvimento da Tricoderma atroviride SC1, esta estirpe desenvolve-se mais rapidamente do que os agentes patogénicos e impede-os de se desenvolverem na madeira da videira.
2- Penetração na madeira: o micélio da estirpe SC1 penetra muito rapidamente nas feridas e desenvolve-se nos primeiros centimetros. A proteção da videira é assim aumentada pela presença predominante da Tricoderma atroviride SC1.
3 – Produção de enzimas lípticas: a estirpe SC1, depois de bem instalada, produz enzimas como celulases e proteases. Estas enzimas degradam os esporos e o micélio dos fungos na superficie da madeira da videira, reduzindo as infeções anuais causados pelos fungos associados às doenças do lenho.

RECOMENDAÇÕES DE APLICAÇÃO

CULTURA ALVO DOSE ÉPOCA E CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO
Vinha instalada Patógeneos da Esca, Phaeomoniella chlamydospora, Phaeoacremonium aleophilum e Eutipiose (Eutypa lata) 200 g/ha Aplicação após a poda de Inverno durante período de dormência.

O volume de água aplicada deve ser entre 100 e 200 l/ha.

1 aplicação anual ou 2 aplicações com intervalo de 7 dias.

Videira (viveiro):

Para a utilização como tratamento por imersão e encharcamento em viveiro

Patógeneos da Esca, Phaeomoniella chlamydospora, Phaeoacremonium aleophilum e Eutipiose (Eutypa lata) 200 g/ha Aplicação durante os processos de viveiro, com um número de 3 aplicações recomendado.

APLICAÇÃO DE VINTEC NOS VIVEIROS

Época de Aplicação Recomendações de aplicação
Após preparação dos garfos e dos porta-enxertos Aplicar por pulverização ou banho dos garfos e porta-enxertos com 2 g/L Vintec
Após a estratificação e antes da plantação no viveiro Aplicar por pulverização ou banho das estacas com 2 g/L Vintec
Após a seleção, durante a preparação das plantas Aplicar por pulverização ou banho das plantas com 2 g/L Vintec

A plantas das vinhas mãe devem ser também protegidas, pois as feridas de poda são uma porta de entrada para os diversos patógeneos.

Época de Aplicação Recomendações de aplicação
Vinhas mãe Aplicar após a poda, 200 g/ha, dirigir a pulverização às feridas de poda

Guardar o produto apenas no recipiente original. Os recipientes devem ser armazenados num local refrigerado e livre de humidade. O local deve ser bem ventilado. Manter afastado de alimentos, bebidas e alimentos para animais.

Temperatura de armazenamento Validade do produto
4°C 24 meses
20°C 6 meses

PERFIL DO PRODUTO
Nº AV: 1087  concedida pela DGAV
Composição: 1 x 1013 unidades formadoras de colónias (CFU) / kg ou 15% (p/p) de Trichoderma atroviride SC1.
Formulação: Grânulos dispersíveis em água (WG)
Culturas: Vinha instalada e videiras em viveiro
Intervalo Segurança: não tem
Classificação CLP: não tem
Palavra-sinal (CLP): Atenção
Embalagens: 200 gr (50 gr x 4)

A informação constante neste site não dispensa a leitura atenta do rótulo do produto.
Recomenda-se a consulta do site oficial da DGAV : https://sifito.dgav.pt/divulgacao/usos