Katoun Gold

Solução de origem natural, livre de glifosato, para a gestão do coberto
vegetal nas áreas urbanas e vias de comunicação

Ácido pelargónico, substância natural extraída das plantas e comum na natureza, uma alternativa ao uso do glifosato, para a gestão do coberto vegetal nas áreas urbanas e vias de comunicação.
O Katoun Gold é, de momento, o único herbicida dentro deste sector de produtos de Origem Natural que está autorizado por parte da DGAV a ser aplicado em espaços urbanos.

Com efeito, possuindo uma formulação inovadora e atuando por contacto (resultados ao fim de 2 a 3 horas, dependendo das condições atmosféricas), assegura uma eficácia sobre as infestantes mais problemáticas, a par do respeito pelo Homem e Meio Ambiente.

Acresce que é um produto que se degrada muito rapidamente no solo, sem classificação toxicológica ou ecotoxicológica, fácil e seguro de aplicar, sem emissão de ruído ou gases poluentes, sem riscos de vibração, de projeção de pedras ou danos físicos para o operador que alguns meios mecânicos e térmicos podem ter.

Vantagens
“Katoun® Gold A gestão natural das infestantes.”

Origem Natural
O ácido pelargónico é obtido a partir das plantas e quando aplicado no solo
degrada-se rápidamente em elementos naturais

Resultados Rápidos
Efeitos visíveis 2h após a aplicação

Fácil e seguro de aplicar
Pode ser aplicado com os equipamentos usuais

Produto seguro
Produto de baixa perigosidade para o Homem e Ambiente

Efeito duplo
Na gestão das Infestantes e no controlo do musgo

Especificações Técnicas do Katoun® Gold

KATOUN® GOLD é um herbicida foliar não selectivo para o controlo de infestantes anuais e dicotiledóneas

Composição: 500 g/L de ácido pelargónico

Formulação: Concentrado para emulsão (EC)

Nº Autorização de venda: AV nº 0997 concedida pela DGAV

Utilizações: Zonas não cultivadas, vias de comunicação, plantas ornamentais para produção
de folha, fruto ou flor (de corte e vaso)

Doses de aplicação: 18 – 23 L/ha ou 0,0018-0,0023 L/m2
(esta dose destina-se à aplicação a infestantes nos primeiros estados de desenvolvimento)